domingo, 26 de dezembro de 2010

Menina de 10 anos

Minha prima tem 10 anos e ainda não sabe se ainda é criança ou quer virar mocinha.
Aliás, quando é que se inicia a pré-adolescência?
Nessa idade eu tive alguém que me dizia que era melhor não me apressar, brinque de Barbie, de boneca, deixa o salto alto para as adultas, não queira usar sutiã, fazer depilação e muito menos se interessar por meninos. Ah se eu tivesse dado ouvidos!
E eu tento avisá-la, ah se eu tento, mas de que adianta? Fiquei sabendo que ela já deu o primeiro beijo e foi porque ele pediu, que absurdo! Essa fase de acreditar em princípe encantado acaba com a gente, até nos darmos conta de que eles não existem, já derramamos um rio de lágrimas.
Se eu pudesse ao menos fazê-la conseguir ver que está na melhor fase da vida, poucas preocupações e quase nada de obrigações, mas isso só percebemos depois.
E se eu conseguisse mostrar o que um coração partido faz com a gente, talvez ela fosse capaz de evitar relacionamentos desastrosos. Mas isso é besteira, até a mulher mais experiente já se apaixonou pelo homem errado, acho que é esse eterno romantismo e esperança feminina, bem, pelo menos em algumas, conheço quem se fechou e conheço quem foge com medo de amar mas acaba se machucando tanto quanto.
Não sei, talvez ter um namoradinho de infância não seja ruim, é simples, é envergonhado, é ingênuo e sem conotação sexual. Porque a bem da verdade, depois da personalidade desenvolvida, de um pouco de história de vida, de manias, rotinas, costumes e opiniões formadas, se relacionar com outro ser humano é difícil, afinal, todos temos as nossas peculiaridades. É preciso vontade, compreensão, e não raramente, abrir mão.
Vai prima, se maquia para brincar de pique. Qualquer coisa, eu to aqui.

2 comentários:

reinedeepe disse...

Ai, eu brinquei de boneca até os 14 anos!

Olho para essas meninas e me apavoro: são crianças sem infancia, 'defloradas'pela TV, competindo sobre quem amadurece (fisicamente, né?) mais rápido, fica sexy mais rápido, gasta os melhores anos de sua vida mais rápido...

E as moças de hoje, algumas se salvam, mas a grande maioria não tem um interesse, um objetivo, um sonho. Parecem perdidas, no mundo de obrigacão dos adultos, nas armadilhas dos jogos dos adultos...

Vou parar, antes que seja um post-comentario.

Beijo!

Giovana Salles disse...

As meninas se arrumam, e a gente pode pensar que é pelo mesmo motivo que nós. Mas tudo nessa fase é tão puro...