quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Tristeza

Da onde ela vem? Quando começa? Ela chega com uma notícia ruim, com uma briga, alguma lembrança, um desânimo ou simplesmente porque você acordou com o pé esquerdo.
As vezes ela chega de mansinho e toma o resto do seu dia, te deixa calado, introspectivo, doido para estar em casa esparramado no sofá ou na cama, assistindo um filme qualquer. Outras vezes ela chega forte, te faz chorar no banheiro, te deixa emocionalmente cansado e o único desejo é sumir ou dormir. Mas e quando ela chega sem avisar, simplesmente chegando, arrasadora, torna tudo tão cinza, não se vê mais alegria, levantar, tomar banho, comer, socializar, respirar, são coisas tão monótonas mas você continua, você levanta de manhã, toma banho, faz tudo o que tem que fazer mas não se livra da infame companhia.  E quando isso dura meses, anos? E quando você já está tão apaixonado pela tristeza, afinal, é um lugar seguro pois não há como ficar pior do que isso. Como é levantar de manhã e ver que as cores voltaram, sentir que pode ser um bom dia, ser capaz de experimentar várias sensações além daquela que você estava tão acostumado? Renascimento! Quanta euforia! Que dia lindo! Até que...ela volta, do nada ela volta e você não entende porquê, você simplesmente se encolhe e torce para que isso passe e esse dia acabe.

2 comentários:

Cessel disse...

Eu posso me considerar um sortudo, pois não lembro a última vez que a tristeza me visitou assim. Não sou de ficar triste e quando fico é por pouco tempo. Melhor assim.

SMM disse...

Lindo blog! Se puder me visite http://sindromemm.blogspot.com
Valeu!